Compartilhar:

Volks lança o novo Polo e inicia a pré-venda; veja preços e versões

Sexta geração será oferecida em quatro versões e três tipos de motorizações. Reserva de R$ 1 mil pode ser paga no cartão

26 26UTC setembro 26UTC 2017 Às 10:31

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2017/09/26/Automoveis/Imagens/Cortadas/VW Polo 8_Renyere Trovão-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg

O tempo em que a Volkswagen lançava carros com uma infinidade de versões e pacote de opcionais, que encareciam o produto, ficou para trás. A marca alemã adota agora uma nova estratégia ao oferecer linhas mais enxutas e bem posicionadas para facilitar a vida do consumidor na hora da escolha.

A chegada da sexta geração do Polo ao Brasil marca esta nova fase da fabricante. A Volks abriu a pré-venda do modelo na noite desta segunda-feira (25) e anunciou que o hatch premium estará disponível em quatro configurações.

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2017/09/26/Automoveis/Imagens/Cortadas/VW Polo 5_Renyere Trovão-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg

A de entrada, chamada apenas de Polo, começa em R$ 49.990 na motorização 1.0 cv. Na sequência estão a 1.6 MSI, por R$ 54.990, a Comfortline 200 TSI (motor 1.0 turbo), R$ 65. 190, e a topo da gama Highline 200 TSI (motor 1.0 turbo), R$ 69.190.

As primeiras unidades só ganharão às ruas em novembro, mas a reserva já pode ser feita no site dedicado ao carro. A montadora usa da mesma solução encontrada pela Renault (com o Kwid) para atrair os interessados e que fez enorme sucesso: sinal de R$ 1 mil, que pode ser pago no cartão de crédito ou via boleto.

O novo Polo passou pelo programa de eficiência energética do Inmetro e recebeu nota A em consumo para o segmento em todas as configurações. Confira o desempenho:

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2017/09/26/Automoveis/Imagens/Cortadas/VW Polo 3_Renyere Trovão-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg

O Polo 6 recebeu algumas modificações em relação ao lançado na Europa para atender às exigências do mercado brasileiro. As suspensões utilizam a arquitetura McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira.

O conjunto é 2 cm mais alto que no modelo vendido lá fora com a finalidade de oferecer conforto aos ocupantes diante de um piso brasileiro mais irregular que o europeu.

Já a frente do veículo ganhou um desenho ‘tropicalizado’, com linhas mais agressivas. O carro tem 4,05 metros de comprimento e 2,56 m de entre-eixos, com capacidade para levar até 300 litros de bagagem no porta-malas.

Missão ‘liderança’

O novo Polo terá uma papel importante na transformação da Volkswagenno mercado brasileiro. A fabricante não quer mais ser conhecida por apostar apenas no segmento de entrada. O objetivo é fazer volume também com os modelos mais sofisticados e completos.

E caberá ao hatch premium mudar essa mentalidade do consumidor em relação à marca. Não por acaso, a cor de lançamento escolhida é o dourada: o Polo terá a missão de fazer a Volks subir degraus no ranking de emplacamentos, se possível com o lançamento figurando no pódio.

A novidade tem como alvo direto o Fiat Argo, que começa em R$ 46.800 na versão 1.0 FireFly manual (77 cv) e vai a R$ 70.600 na 1.8 HGT automática (139 cv). Também brigará com as versões mais caras de Chevrolet Onix  e Hyundai HB20.

A  meta da Volkswagen é recuperar o terreno perdido para Chevrolet e Fiatno Brasil e, por isso,  já anunciou 20 lançamentos para os próximos dois anos. A aposta será no aquecido segmento de SUVs compactos, além de picapes, que dividirão a mesma plataforma do Golf e do Polo – MQB e MQB A0, respectivamente.

Revisões

A Volkswagen apresenta um plano de revisões específica para o Polo, no qual as três primeiras podem ser pagas junto com o carro e incorporadas no financiamento, com um preço promocional.

O pacote custa R$ 999 e inclui a mão de obra. Segundo a montadora, o desconto é de 17% comparado ao custo normal. A Volks também promete que o carro terá o menor custo de reparabilidade do país, com base no ranking Car Group 2017, do Cesvi (Centro de Experimentação e Segurança Viária).

Fonte: Gazeta do Povo

Compartilhar:

AVISO: O conteúdo de cada comentário nesta página é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.