O Itabelense de coração, Douglas Brandão, natural de Montanha no Espírito Santo, mas há 23 anos mora na Bahia, faz história ao se tornar o primeiro Juiz de Itabela e o mais jovem da região, com apenas 34 anos de idade. Agora, o rapaz que guarda ser chamado pelo Tribunal de Justiça da Bahia, (TJ/BA) auxilia outras pessoas a também realizar o sonho de ser aprovado em um concurso público”.

A história do jovem Itabelense serve de inspiração para milhares de concurseios. Dr. Douglas Brandão, aprovado do Tribunal de Justiça da Bahia, conta com muita humildade e sinceridade tudo que passou para chegar ao tão importante cargo”.

“Eu sou Douglas Brandão, tenho 34 anos, sou natural de Montanha no Espírito Santo, mas há 23 anos moro na Bahia, com a minha família. Viemos para Itabela no ano de 1997, desde então, eu me considero baiano naturalizado. Cursei Línguas Estrangeiras na Universidade de Santa Cruz de Cabrália, na cidade de Ilhéus, quando tive oportunidade de aprender alguns idiomas e de morar na França, onde fiz parte de um intercâmbio universitário no ano de 2008. Em 2016, eu conclui o curso de Direito, na FACISA-ITAMARAJU, já aprovado no exame da Ordem.

“Desde então, venho me dedicando aos estudos para concursos públicos, quando em 2019, o Senhor Deus me agraciou com a aprovação no concurso do Tribunal de Justiça da Bahia para dois cargos distintos: Conciliador e Juiz Leigo. Em síntese, o Juiz Leigo atua nos Juizados Especiais Cíveis e da Fazenda Pública, regendo audiências de conciliação, realizando audiências de instrução e julgamento, com opção de recolhimento de provas e pronuncia pareceres de responsabilidade dos Juizados Especiais, a serem submetidos ao Juiz de Direito supervisor da unidade onde está instalado para sanção por sentença”.

“Quero aproveitar a oportunidade e dizer que eu devo essa vitória ao Senhor Deus Todo Poderoso, pois foi Ele que me agraciou com essa aprovação e sem Ele nada disso seria possível. Eu devo muito aos meus pais, à minha família, principalmente a minha irmã Elizielly, pelo apoio financeiro e material. Agradeço aos meus amigos, Dalila, Lívia, Pollyana Amaral e Wallison, que de uma maneira indescritível me deram todo o apoio emocional que eu precisei para alcançar essa benção”.

“O próximo passo é aguardar o chamado do Tribunal de Justiça, o que é imprevisível, uma vez que este vai chamando os candidatos aprovados conforme a necessidade das comarcas, no meu caso, eu fiz o concurso para a comarca de Guaratinga, pois não foram ofertadas vagas para a comarca de Itabela, infelizmente”.

“Uma vez empossado no cargo de Juiz Leigo, pretendo trabalhar dignamente e colocar em prática todos os anos de estudos teóricos na faculdade de Direito, seguindo fielmente as leis e servindo a minha comunidade. Até esse dia chegar, e espero que chegue logo, eu sigo esperançoso e confiante nas promessas de Deus para a minha vida. Um forte abraço a toda a cidade de Itabela, aos meus irmãos de igreja que oraram tanto por mim: saibam que as orações de vocês são o maior presente que eu já ganhei em toda a minha vida. Deus abençoe a nossa cidade, o nosso povo e as nossas famílias” !!!!





VEJA MAIS