Parte da pista da BR-367 que dá acesso a entrada de Porto Seguro cedeu (Foto: RADAR64.COM / Divulgação)Parte da pista da BR-367 que dá acesso a entrada de Porto Seguro cedeu (Foto: Hugo Santos/RADAR64.COM)

A prefeitura de Santa Cruz Cabrália, no extremo sul da Bahia, decretou estado de calamidade pública nesta terça-feira (8) devido aos estragos causados após temporal no fim de semana. As chuvas deram trégua na cidade e as áreas de riscos continuam sendo levantadas com o apoio da Defesa Civil.

No decreto, o prefeito considera como agravantes o fato da cidade ser litorânea, com lençol freático elevado e influência de níveis das marés, o que pode gerar barreira natural na foz dos rios e dificultar a vazão das águas. Moradias de mais de mil pessoas foram afetadas, de acordo com estimativa atualizada do município.

A água da chuva destruiu ruas, pontes de acesso, prédios públicos, escolas e postos de saúde, informa o prefeito. A BR-367, que dá acesso à Porto Seguro e cuja pista tinha cedido, foi liberadana segunda-feira (7).

Com isso, o sistema municipal de prevenção de desastres fica em estado de alerta e, junto com outros órgãos, vai tomar medidas para o atendimento da população atingida e para a reconstrução das áreas afetadas. Além disso, a prefeitura pode convocar voluntários para reforçar ações emergenciais em resposta aos desastres, assim como arrecadação de verba para facilitar a assistência à população.

O trabalho em Cabrália é de limpeza e de tentar recuperar objetos e documentos estragados com a tempestade. Pelo menos três escolas municipais estão sem água. A situação é pior na Escola Estadual Professora Terezinha Escamaruça, onde a chuva muros e material didáticos, além de aparelhos eletrônicos, foram destruídos. Não há previsão para a retomada das aulas.

No centro de Cabrália, uma unidade de saúde que atende em média a sete mil pessoas está fechada. Nesta manhã, funcionários tentaram recuperar prontuários molhados e, além disso, vacinas do calendário público de saúde foram perdidas. Em algumas áreas, a água chegou a atingir dois metros de altura.

A prefeitura informou que a Secretaria Municipal de Saúde deve começar a vacinar a população contra doenças como tétano, hepatite B, febre amarela e difteria. Equipes que atuam nas áreas de saúde e assistência social irão aproveitar a trégua das chuvas para visitar regiões que foram mais afetadas a fim de identificar as residências que não podem mais receber moradores e para ter informações sobre o quadro clínico das pessoas que enfrentaram temporais dos últimos dias.

População fica impossibilitada de se deslocar na cidade (Foto: RADAR64.COM / Divulgação)População fica impossibilitada de se deslocar na cidade (Foto: Hugo Santos/RADAR64.COM)
Por conta da chuva houve muitos deslizamentos de terra (Foto: RADAR64.COM / Divulgação)Por conta da chuva houve muitos deslizamentos de terra (Foto: Hugo Santos/RADAR64.COM)
Água invadiu casas em Santa Cruz Cabrália (Foto: RADAR64.COM / Divulgação)Água invadiu casas em Santa Cruz Cabrália (Foto: Hugo Santos/RADAR64.COM)
Lama invadiu as ruas da cidade, no sul da Bahia (Foto: RADAR64.COM / Divulgação)Lama invadiu as ruas da cidade, no sul da Bahia (Foto: Hugo Santos/RADAR64.COM)




VEJA MAIS