Compartilhar:

FBF projeta melhorias para os clubes e Ligas Municipais

Representantes de clubes e ligas aplaudiram as novidades anunciadas por Ednaldo

26 26UTC Março 26UTC 2018 Às 10:27

Representantes de clubes e ligas aplaudiram as novidades anunciadas por Ednaldo

A dedicação de Ednaldo Rodrigues ao esporte, principalmente à frente da luta pelo fortalecimento do futebol baiano e nordestino, já não é novidade para ninguém. Dentro da sua linha de trabalho, o presidente da Federação Bahiana de Futebol anunciou mais uma novidade que poderá garantir um futuro melhor para os clubes do estado.

Na manhã desta sexta-feira (23), o dirigente reuniu representantes de clubes das Séries A e B do Campeonato Baiano, além de Ligas Desportivas e profissionais de imprensa para anunciar a intenção de se firmar uma parceria com empresa que tem expertise na captação de recursos públicos e privados, e com trabalho reconhecido pela Fifa.
 
A empresa estará à disposição de todos os clubes e Ligas da Bahia. O objetivo é capacitar e preparar os filiados da FBF para a busca de recursos junto ao Ministério dos Esportes.
 
Poucos sabem que o órgão detém verbas destinadas a agremiações esportivas. Para recebê-las, porém, os clubes precisam apresentar projetos que justifiquem o investimento do Governo, além de possuir estatutos adequados à Lei do Profut, com itens como limitações de mandatos entre outros.
 
Através de cursos, a instituição irá preparar e auxiliar os clubes na formulação destes projetos, que também poderão ser contemplados por outros órgãos públicos e privados.
 
“O Ministério dos Esportes possui muita receita para investimentos nos clubes e entidades. Porém, a maior parte fica presa. Não porque o Ministério não queira canalizar, mas porque não existem projetos consistentes que justifiquem a destinação desta verba. Com essa parceria, nós vamos dotar os clubes de mecanismos, ensinamento para que possam fazer projetos que possam ser apresentados e terem uma margem de rejeição pequena, pois hoje é quase que total”, disse Ednaldo.
 
Rodrigues, que também destacou a importância de que os clubes se adequem às exigências do Profut, mesmo aqueles que não possuem dívidas junto ao fisco.
 
Em seguida, Rodrigues discutiu com os presentes sobre a atual situação dos campeonatos estaduais. “A cada dia, os estaduais ficam mais desinteressantes. Não só da Bahia, mas do Rio, de São Paulo e todos os outros. Precisamos encontrar uma solução que seja interessante para todos”.
 
Por isso, o mandatário anunciou a realização de um simpósio, após o encerramento do Baianão 2018, onde cada filiado e também profissionais de imprensa poderão apresentar propostas para o fortalecimento destas competições. “Os próprios clubes poderão propor fórmulas de disputas novas para serem discutidas e debatidas exaustivamente, afim de que um novo formato do estadual seja apresentado a partir de 2019. Assim, evitaremos que os campeonatos estaduais deixem de existir”, completou.
 
O presidente afirmou, também, que já está sendo buscado, junto ao diretor da Rede Globo, Fernando Manoel, uma melhora do contrato de transmissão dos jogos do Campeonato Baiano.
 
VICE DA CBF – Discutidas as novidades, Ednaldo Rodrigues externou aos filiados, que lotaram o salão de reuniões na entidade, sobre o convite que recebeu para ser vice-presidente da Confederação Brasileira de Futebol na gestão do futuro presidente Rogério Caboclo. O convite foi feito pelo próprio Caboclo, atual executivo de gestão da CBF, e teve o apoio dos demais presidentes de federações do Brasil.
Mas, a sua indicação não foi feita por acaso. O presidente da FBF tem mostrado durante toda sua gestão um trabalho que chama a atenção do país. Durante 18 meses, ele atuou e coordenou um colegiado no Comitê de Reformas da CBF, onde teve ao seu lado o próprio Caboclo e nomes de grande importância para o futebol brasileiro como Carlos Alberto Torres (In memoriam), Carlos Alberto Parreira, Walter Feldman, além de ex-jogadores, ex-árbitros e outros dirigentes.
 
O reconhecimento da atuação de Rodrigues também está na imprensa nacional. Uma pesquisa feita pelo jornalista Sílvio Barsseti, de 2017 a 2018, indicou seu nome entre os dez dirigentes mais influentes do futebol brasileiro, no momento. Expõe o profissional de imprensa que Ednaldo Rodrigues desfruta de muito bom trânsito entre federações e clubes de todo o País, participa do comitê de reformas da CBF, onde defende uma ampla participação dos clubes no controle do futebol brasileiro, e é respeitado por suas posições firmes.
 
“Divido esse convite com todos os nossos colaboradores e filiados, pois foram eles que me deram essa condição e apoio para ser visto”, agradeceu. Aplaudido, o dirigente recebeu apoio de todos os filiados presentes no encontro. Eles foram unânimes ao celebrar o convite. Todos enxergam a presença de Ednaldo Rodrigues na vice-presidência da CBF como um canal aberto entre os clubes baianos e a entidade nacional, o que representará mais avanços para a Bahia.
 
APOIO AO DIRIGENTE – Ainda durante a reunião, diversos representantes de clubes pediram a palavra para, de forma espontânea, declarar apoio à atual equipe de gestão da FBF para a permanência à frente da entidade.
O presidente do Vitória, Ricardo David, reconheceu o bom trabalho de Ednaldo Rodrigues à frente da FBF.  “Neste momento, nós estamos dando apoio ao Ednaldo, sim”.
 
A ideia do presidente da FBF de se fazer dentro de um mês um simpósio para discutir a fórmula de disputa e outras mudanças no Campeonato Baiano de 2019, foi bem aceita pelo dirigente rubro-negro.
 
“Tem que se fazer, está tudo mudando no mundo. É preciso ouvir as contribuições. O presidente Ednaldo colocou isso à nossa disposição. O futebol baiano e o campeonato estadual precisam ser repensados. E eu tenho certeza que com união e contribuição de todos aqueles que estão vivenciando e sentindo dificuldades, nós vamos ter um Baianão mais adequado à nossa realidade”.
 
Ricardo David comemorou a indicação de Ednaldo para vice-presidente da CBF. “Será uma voz mais próxima. Na CBF, eu tive a oportunidade de estar com ele lá, junto ao futuro presidente, o Rogério Caboclo. Nós precisamos de um novo olhar da CBF, principalmente junto aos clubes do Nordeste. Queremos uma coisa mais justa na distribuição das cotas, dando uma condição melhor de competitividade, porque assim todos crescem juntos”, analisou.
 
A indicação também foi festejada pelo presidente da Juazeirense, o deputado estadual Roberto Carlos. “Nós chegamos à Série C do Campeonato Brasileiro com muita luta e trabalho. Mas a Federação Bahiana de Futebol teve um papel fundamental – até financeiramente – para essa conquista. Com a presença de Ednaldo na CBF, eu espero que isso continue e até melhore. A Juazeirense está muito feliz com a administração da FBF. Nós divergimos em algumas coisas, porque isso é salutar, porém sempre contamos com o apoio da FBF”.
 
Ele também ressaltou o apoio da FBF no recente caso da morte do jogador Danilinho. “Tivemos o apoio jurídico da Federação, através do doutor Manfredo Lessa. Hoje estamos tranquilos quanto a situação, que foi uma fatalidade”, lembrou. E concluiu: “nós somos milagreiros do futebol, porque nosso recurso é muito pouco. O processo democrático e transparente de gerir a FBF contempla a todos nós. Ednaldo conseguiu implantar isso”.
 
Também participaram da reunião, o vice-presidente Ricardo de Lima, a diretora de competições, Taíse Galvão, e o assessor jurídico da entidade, Manfredo Lessa.

Por FBF

Compartilhar:

AVISO: O conteúdo de cada comentário nesta página é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.