É só voltar às aulas que a sinfonia de espirros e tosses começa, deixando os pais de cabelo em pé! Quando menores, até 2 anos, as crianças que frequentam creches e berçários costumam ter cerca de 11 infecções respiratórias por ano. Mas o fim das férias de verão também balança a saúde dos mais velhos. Saiba o que fazer para evitar que seu filho adoeça nesse período.

* Pelo menos duas semanas antes, certifique-se de que o calendário de vacinas obrigatórias esteja atualizado. Assim você garante que seu filho esteja protegido das principais infecções.

* Nos últimos dias de férias, comece a readaptar o horário da casa. Com a rotina completamente alterada das férias, pode surgir certa dificuldade para dormir e isso repercutirá no sistema imune na volta às aulas.

* As crianças devem ser orientadas a não compartilhar itens de higiene pessoal com os colegas e a lavar frequentemente as mãos.

*  Com crianças que têm maior facilidade para adoecer ou fortes quadros alérgicos, deve se dar preferência a escolas com salas de aula ensolaradas, ventiladas e com menos alunos. 

* Ao primeiro sinal de coriza, já faça uma lavagem nasal e reforce a hidratação com muita água, para que as secreções sejam rapidamente eliminadas. Crianças com febre não devem ser encaminhadas à escola.





VEJA MAIS