Há dois anos, o herdeiro assumiu sua orientação sexual e recebeu todo o apoio do boxeador. “Não sabia distinguir o que é orientação e o que é opção. Ele me explicou bastante. Passei a ir até a boate gay com ele”, afirmou.

Juan, de 18 anos, ainda confessou que estava muito tenso com a possível reação do pai: “Fiquei com muito medo, até porque é um lutador de boxe, né? Fiquei com muito medo de ser rejeitado, de ser expulso de casa”. Entretanto, tudo ficou bem e a relação dos dois está ainda melhor: “Nossa relação ficou mais próxima, de alguma forma, mais do que a gente era no passado”.

Popó disse que dá toda liberdade para o jovem escolher seus caminhos: “Ele já me apresentou o namorado, Gabriel, e ficou uns nove meses namorando. Um menino gente boa, dormia lá em casa e tudo”.

O atleta mostrou interesse em apoiar a comunidade LGBT: “Quero levantar a bandeira LGBT porque eu sei que essa galera sofre pra caramba dentro de casa, é maltratada na rua, apanha”.





VEJA MAIS