Compartilhar:

Em busca da filiação de Bolsonaro, PEN formaliza no TSE pedido para virar Patriota

Propaganda da legenda vai ao ar nesta terça-feira com o novo nome e deverá apresentar Jair Bolsonaro como candidato a presidente da legenda

26 26UTC setembro 26UTC 2017 Às 08:40

bolsonaro no pen

Na página do Patriota no Facebook, o presidente da legenda, Adilson Barroso, aparece em foto ao lado de Jair Bolsonaro, em que eles indicam o número do partido, o 51

De olho na possibilidade de lançar a candidatura do deputado federal Jair Bolsonaro (RJ) a presidente da República, o Partido Ecológico Nacional (PEN) entrou nessa segunda-feira (25) com um pedido no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para trocar o nome para Patriota (Patri).

Bolsonaro ainda pertence ao PSC, partido pelo qual foi eleito em 2014, mas o programa que o Patriota levará ao ar na noite desta terça-feira (26), já com a nova alcunha, apresentará o deputado federal como o candidato da legenda à sucessão de Michel Temer (PMDB).

“Vamos anunciar a vinda dele (Bolsonaro) para o Patriota e o nome dele como nosso candidato”, afirmou o presidente nacional da legenda, Adilson Barroso.

O presidenciável não vai falar no programa, mas serão divulgadas imagens dele em eventos públicos. Entre elas, segundo Barroso, a chegada do deputado a Belo Horizonte há duas semanas, quando ele foi ovacionado por cerca de 1,5 mil pessoas que o esperavam no Aeroporto de Confins. 

Pela legislação eleitoral, Bolsonaro tem até o início de abril para se filiar ao Patriota, mas segundo Adilson Barroso, a filiação está prevista para o início do mês que vem. A executiva da legenda foi formada por pessoas indicadas por Bolsonaro.

O PEN foi registrado pelo TSE em junho de 2012. O pedido de troca de nome será apreciado pela Procuradoria Geral Eleitoral (PGE), que emitirá parecer para avaliação dos ministros.

Fonte: EM

Compartilhar:

AVISO: O conteúdo de cada comentário nesta página é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.