Compartilhar:

Bahia vence ‘decisão’ na Fonte Nova, respira, e mantém Ponte na degola

Mendoza e Edigar Junio marcam os gols do Tricolor, que sobe para a 10ª posição, com 42 pontos. Ponte Preta está na 17ª posição, com 35 pontos, e vê alguns concorrentes diretos se afastarem das últimas colocações

5 05UTC novembro 05UTC 2017 Às 20:55

Com quatro pontos de diferença na tabela, Bahia e Ponte Preta entraram em campo na noite deste domingo (5) para uma ‘decisão’ contra o rebaixamento. E quem levou a melhor foi o time baiano, que fez valer a força da torcida na Fonte Nova (mais de 20 mil pagantes) e, com gols de Mendoza e Edigar Junio, venceu o duelo por 2 a 0, ficando assim em situação bastante confortável na tabela – ao contrário da equipe campineira.

Com o resultado, o Bahia assumiu a décima colocação, foi aos 42 pontos e abriu sete em relação à zona de rebaixamento. Já a Ponte Preta estacionou nos 35, na 17ª posição, e perdeu a oportunidade de, dependendo do jogo do Sport, deixar a zona de descenso ao final desta rodada.

Bahia e Ponte Preta agora abrem a 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, na quarta-feira, às 19h30. Enquanto o time baiano visita o Avaí na Ressacada, a Ponte Preta recebe o Grêmio no Moisés Lucarelli.

O melhor: Mendoza

Mais que decisivo. Abriu o placar e ainda deu linda assistência para Edigar Junio fechar a conta na Fonte Nova.

Carpegiani escala meio-campo bastante ofensivo

Carpegiani resolveu apostar em um meio-campo bastante ofensivo para a partida deste domingo, composto por Renê Junior, Zé Rafael, Allione e Vinícius. Não houve tanta criação quanto se esperava, mas ao menos foi suficiente para construir duas belas jogadas que originaram os gols.

Times perdem jogadores machucados no segundo tempo

Ao levar um drible do goleiro Jean, John Kleber se machucou, ficou caído no gramado e precisou ser substituído, aos 11min do segundo tempo. Minutos depois, foi a vez de o Bahia ter uma baixa: Lucas Fonseca voltou a sentir uma lesão na coxa e deixou o campo.

Bahia vacila, mas ‘mata o jogo’ nos acréscimos

Atrás no placar, a Ponte Preta ofereceu inúmeros espaços para o Bahia contra-atacar no segundo tempo. O time baiano demorou a encaixar e perdeu boas oportunidades de ampliar. No fim, porém, Mendoza recebeu belo lançamento de Zé Rafael e ajeitou de cabeça para Edigar Junio, que não perdoou.

Bahia estreia novo terceiro uniforme

Predominantemente vermelho, representando o ‘sangue’, o novo terceiro uniforme do Bahia foi a campo pela primeira vez diante da Ponte Preta.

BAHIA 2 X 0 PONTE PRETA

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 05/11/2017 (domingo)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (FIFA) (RJ)
Assistentes: Rodrigo F Henrique Correa (FIFA) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (ambos RJ)
Público: 20.539 pagantes
Renda: R$ 492.033,50
Gols: Mendoza, aos 26min do primeiro tempo; Edigar Junio, aos 49min do segundo tempo
Cartões amarelos: Yago (Ponte Preta); Edigard Junio (Bahia)

BAHIA
Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca (Thiago Martins) e Juninho Capixaba; Renê Júnior; Zé Rafael, Vinícius (Juninho) e Allione (Régis); Edigar Junior e Mendoza
Técnico: Paulo Cézar Carpegiani

PONTE PRETA
Aranha, Nino Paraíba, Yago, Rodrigo e Jeferson; Fernando Bob, Elton, Jadson (Léo Artur) e Claudinho; Lucca e Maranhão (John Kleber) (Emerson)
Técnico: Eduardo Baptista

Fonte: UOL

Compartilhar:

AVISO: O conteúdo de cada comentário nesta página é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.